Category: Internet


Para a construção e elaboração de um blog é essencial ter acesso à Internet. A criação do blog implica fazer downloads ou uploads para lá publicar um post. Fazemos downloads ou descarregamentos quando extraímos qualquer informação da internet e uploads ou carregamentos quando a enviamos. A velocidade com que o fazemos é que varia. Por exemplo, numa Internet de 16 Mb/s, ou seja, que proporciona uma velocidade de 16 megabits por segundo, vamos demorar cerca de 15 segundos a fazer o download de um ficheiro com 30 MB. Numa Internet de 100 Mb/s, a velocidade de 100 megabits por segundo permite uma transmissão de dados 6,25 vezes mais rápida. Portanto, o download do mesmo ficheiro com 30 MB vai demorar apenas 2,4 segundos. Normalmente, a Internet é mais ampla e rápida para receber e menor e mais lenta para enviar.

Anúncios

No dia-a-dia da sociedade, a Internet tornou-se imprescindível. Actualmente, é um meio fundamental para pensar, criar, comunicar e intervir sobre numerosas situações. É uma ferramenta de grande utilidade para o trabalho colaborativo e representa um suporte do desenvolvimento humano nas dimensões pessoal, social, cultural, lúdica, cívica e profissional.

A Internet proporciona um meio privilegiado de acesso à informação. Mas, nem toda a informação lá encontrada é confiável. Temos que ter consciência que “qualquer um” pode colocar “qualquer coisa” na Internet. Devemos ser selectivos na informação e usar conteúdos de sites fidedignos. Apesar de termos um mundo de informação à qual podemos aceder sem nos deslocarmos, o excesso desta mesma informação faz-nos divagar, perdermo-nos e distanciarmo-nos do objecto que procuramos.

Existem vários perigos associados ao uso indevido da Internet. Principalmente as crianças, por natureza curiosas, gostam de explorar a Internet. Quando o fazem sem orientação tornam-se alvos fáceis a potenciais raptores ou pedófilos. O acesso a sites pornográficos, por exemplo, é muito fácil. Conversar nas redes sociais pode ser perigoso. Não temos como saber com quem os miúdos falam ou trocam informações pois, os utilizadores podem assumir identidades imaginárias.

As redes sociais como o facebook, o hi5, o myspace ou o twitter são novas formas de comunicar, ter acesso a informações pessoais sobre os nossos contactos e darmo-nos a conhecer. Podemos compartilhar informações, conhecimentos e interesses. É um espaço onde podemos reencontrar amigos, comprar ou vender algo. É possível ver petições para donativos ou para achar dadores de medula. Tornamo-nos amigos dos nossos amigos por todo o mundo e até se namora virtualmente, relações estas que, por vezes, resultam em relações mais sérias no mundo real. É uma óptima forma de fazer publicidade a qualquer produto, pois fá-la chegar a milhões de pessoas. Estes são apenas alguns exemplos da extensão de fins que podemos dar às redes sociais.

Estas redes sociais podem tornar-se viciantes para certos utilizadores. Tempo precioso que poderia ser usado no convívio com amigos ou familiares, é dispendido dum modo solitário, em frente a um monitor, a conversar com alguém que provavelmente nem é quem diz ser. Faz-nos perder imenso tempo com coisas fúteis, mas as vantagens superam de longe as desvantagens. Para mim, a maior vantagem é poder comunicar com amigos que vivem a milhares de kilómetros sem aumentar as despesas familiares.

Apesar de reconhecer existir alguns aspectos negativos na utilização da Internet, inclusivamente das redes sociais, acho-a um precioso auxiliar presente no nosso quotidiano nas mais variadas formas, e com a maior naturalidade e entusiasmo.